Palácio da Pena: um lindo lugar cheio de história

Palácio da Pena: um lindo lugar cheio de história

O Palácio da Pena é um castelo romântico em São Pedro de Penaferrim, no concelho de Sintra, Portugal. O castelo fica no topo de uma colina nas montanhas de Sintra e num dia claro pode ser facilmente vista a cidade de Lisboa e grande parte da sua área metropolitana.

É um monumento nacional e constitui uma das principais expressões do Romantismo do século XIX no mundo. O palácio é um Património Mundial da UNESCO e uma das Sete Maravilhas de Portugal. É também utilizado para ocasiões estatais pelo Presidente da República Portuguesa e por outros funcionários do governo.

Um pouco de história do Palácio da Pena

Inícios do Palácio

A história do castelo começa na Idade Média quando uma capela dedicada a Nossa Senhora da Pena foi construída no topo da colina acima de Sintra. Segundo a tradição, a construção ocorreu após uma aparição da Virgem Maria.

Em 1493, o Rei João II, acompanhado da sua esposa, a Rainha Leonor, fez uma peregrinação ao local para cumprir um voto. O seu sucessor, D. Manuel I, também gostava muito deste santuário e ordenou a construção de um mosteiro neste local, que foi doado à Ordem de São Jerónimo. Durante séculos a Pena foi um lugar pequeno e calmo para a meditação, abrigando um máximo de dezoito monges.

No século XVIII o mosteiro foi severamente danificado por relâmpagos. No entanto, foi o Grande Terremoto de Lisboa de 1755, que ocorreu pouco depois, que tomou  danificou o mosteiro, reduzindo-o a ruínas. Porém, a capela (e as suas obras de mármore e alabastro atribuídas a Nicolau Chanterene) escaparam sem danos significativos.

O Príncipe Fernado

Por muitas décadas as ruínas permaneciam intocadas, mas ainda assim espantaram ao príncipe Fernando. Em 1838, como rei,  decidiu adquirir o antigo mosteiro, todas as terras ao redor, o castelo dos moros e algumas outras propriedades próximas na área.

Assim sendo, o Rei Fernando II então começou a transformar os restos do mosteiro num palácio. Este serviria como residência de verão para a família real portuguesa.

A construção ocorreu entre 1842-1854, embora estivesse quase concluída em 1847. O Rei Fernando e a Rainha Maria II intervieram decisivamente em questões de decoração e simbolismo. Entre outros, o rei sugeriu a inclusão de arcos abobadados, elementos medievais e islâmicos. Assim como também desenhou uma janela ornamentada para a fachada principal.

Deste modo, com MaisCupão poderá planear a sua viagem já que encontrará descontos em voos e hotéis. Mas não é preciso viajar para aprender mais sobre os grandes lugares do nosso planeta. Por isso, se gosta de ler sobre história em Casa del Libro tem uma grande variedade de livros a preços muito acessíveis. Assim como na Amazon,  aqui sempre encontrará tudo o que procura. Sempre é um gosto aprender mais sobre a nossa história.

Fatos interessantes sobre Portugal – I

Fatos interessantes sobre Portugal – I

Portugal é um país fascinante, com uma história que pode ser sentida em todo o país.  Por isso, se está a pensar visitar o país mais ocidental na Europa em breve? Ou talvez tenha raízes portuguesas e queira aprender mais sobre seus antepassados? Em qualquer caso, abaixo estão alguns fatos interessantes sobre Portugal:

  • Metade do “Novo Mundo” já pertenceu a Portugal

Em 1494, foi assinado o Tratado de Tordesilhas que,  deu a Portugal a metade das terras “descobertas e por descobrir”. Nestas estavam incluindos o Brasil, a África e a Ásia.

O Império Português foi realmente o primeiro império global da história. Foi também uma das potências coloniais de longa duração, que durou quase seis séculos. Isto é, desde a captura de Ceuta em 1415, até que Macau (agora China) foi entregue em 1999.

Em 1808, o Rei de Portugal, Dom João mudou-se para Brasil e proclamou um único estado que incluiu Portugal, Brasil e os Algarves. O único estado foi chamado de Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Este foi eficaz desde 1815 até 1822. A capital do Reino era o Rio de Janeiro. Porém, o Reino foi desativado em 1822, após a volta do Rei a Portugal em 1821.  Mas, o príncipe Dom Pedro ficou para governar o Brasil, que, por sua vez declarou, a independência de Portugal.

  • O português é a língua oficial de 9 países

Mais de 240 milhões de pessoas em todo o mundo são falantes nativos de língua portuguesa. Assim sendo, o Português é a língua oficial de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Angola, Guiné Bissau, Moçambique, Príncipe, São Tomé e Guiné Equatorial. O português também é falado em Goa (Índia), Macau e Timor-Leste.

  • Portugal é o país mais antigo da Europa

Portugal tem as mesmas fronteiras definidas desde 1139, tornando-o o mais antigo Estado-Nação da Europa. Afonso Henriques foi proclamado o primeiro rei de Portugal em 1139 e o país permaneceu um reino, por quase 800 anos, até 1910.

  • A mais antiga livraria do mundo está na capital de Portugal

A livraria Bertrand em Lisboa, Portugal, está aberta desde 1732. É verdade, 281 anos. Foi aberto por Peter Faure para ser um centro da arte e cena intelectual de Lisboa, ao longo do tempo, tornou-se a pedra angular da cadeia de livrarias Bertrand, tem mais de 50 lojas em Portugal.

Agora, não foi neste local desde 1732, apenas desde 1755, quando a loja original foi destruída no grande terremoto que atingiu grande parte da cidade (e foi a inspiração para Candide Voltaire).

  • Portugal é o maior produtor de cortiça do mundo

Portugal produz 70% das exportações mundiais de cortiça. Os principais importadores de cortiça portuguesa são a Alemanha, a U.K. e os EUA. O país também tem a maior floresta de cortiça.

  •  Uma das universidades mais antigas da Europa está em Portugal

A Universidade de Coimbra foi criada em 1290, tornando-a uma das mais antigas universidades do continente europeu.